A TAL MOSTRA GRAMPO

Consciente do papel da mídia independente no enfrentamento ao conservadorismo e a discursos reacionários que crescem em todo o planeta, assim como da importância do acesso aos meios para a disputa de valores em qualquer sociedade, compreendemos que a formação de uma rede atuante de produtores de publicações independentes, convocamos todos a participar da 3ª Mostra Grampo de publicações independentes.

Assim sendo; da mesma forma que ocorrido nas edições da Mostra Grampo de Fanzines e Publicações Independentes, esta 3ª edição tem como objetivo divulgar e consolidar o valor histórico cultural desta forma de publicação independente, mais conhecida como Fanzine ou zine.

Expor ao mundo o que se tem produzido nacionalmente nestes últimos anos em matéria de Fanzines;

Através desta mostra que será realizada em praça pública na capital carioca (Rio de Janeiro) pretendemos apresentar ao grande público passante esta forma de expressão que em tempos modernos, dialoga com o bom e velho “discurso em praça pública”. O Fanzine é um “modus vivendi” dentro das cidades, e sendo assim nada mais justo que fazermos esta espécie de homenagem aos seus editores que tanto colaboram para sua solidificação justamente na rua.

Mostrar que mesmo com a popularização da internet como meio de divulgar e expandir ideias e artes, o fanzine, seja ele impresso ou digital, se matem forte e ativo em vários setores sociais, destacando-se o setor artístico e o político.

Promover o debate acerca da inclusão dos Fanzines em cursos e oficinas escolares, criando assim hábitos saudáveis de leitura e a disseminação dos meios de produção desta inesgotável fonte de informação. 


A mostra se realizará na semana onde se comemora mais de 50 anos de lançamento do considerado o primeiro Fanzine nacional (o Fanzine Ficção) que se tem notícia. O evento em si colabora para a caminhada de oficialização da data como "Dia Nacional do Fanzine", iniciativa colocada em pauta por um grupo de editores de Fanzines e admiradores em geral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário